quarta-feira, dezembro 29, 2010

Hóspede da Mente

-Oi meu amor.
-Oi?
-Deixe-me entrar.
-Entrar?
-É.
-Aonde?
-Aí dentro. - apontou sedutora.
-Pa-pa-para que? - o jovem perguntou assustado.
-Para te ajudar, meu bem. Para fazer você conseguir tudo o que quiser e muito mais, lindinho.
-Ah...eu...não sei. Eu nem te conheço...
-Mas pode conhecer. - ela aproximou o rosto do dele. - Muito bem. - completou pausadamente num quase sussurro.
-Err..
-É só uma visitinha. Depois eu vou embora se você quiser.
-Jura?
-Juro. Mas, duvido que você vá querer. - ela colocou um dedo sobre os lábios dele. - Eu sou viciante.
O garoto enrubesceu e abriu a porta para ela, que entrou prontamente.
-Qual seu nome?- ele perguntou como se saber o nome da mulher fosse ajudá-lo em alguma coisa.
Ela fechou a porta atrás de si e enlaçou o pescoço dele com um de seus braços. Sorriu-lhe lânguida.
-Mentira. - respondeu.

3 comentários:

Amanda ~~* disse...

Oi! Acabei de fazer o "Projeto: Eu Escrevo Bem!" e como gostei do que você faz, resolvi te convidar para participar com a gente!
Bom... O projeto é novo, mais espero que goste e claro, participe! O link segue aqui: http://migre.me/3hL24
Espero que visite! Obrigada!
Amanda. Tenha uma boa tarde e um ótimo final de ano!

Projeto Créativité disse...

Eita, gostei muito!
Desde o começo a história tem um suspense...E no final eu me pergunto: ela era a "mentira", ou era mentira que a mulher ajudaria o menino?

Huahuhaua :D

Jp disse...

deeesire deeesire xD